Consulta Tabela Imposto de Renda 2019

Criação de novas alíquotas do Imposto de Renda será analisada

O IRPF (imposto de renda pessoa física) deve ser declarado por todos os trabalhadores dando exceção aos que se enquadram as regras de isenção. Para fazer a declaração de forma correta e dentro dos prazos somos orientados pela Tabela IRPF 2020. A cada ano a tabela passa por atualizações, e suas informações são divulgadas após essa atualização. Para saber mais sobre a Tabela, acompanhe as informações que selecionamos para você.

O IRPF da Receita Federal segue a Tabela que a liberada pela Receita Federal todos os anos. a Tabela IRPF 2020 anuncia as novas alíquotas após a correção anual. Realizar a declaração do importo de renda e preciso, por isso muita atenção no momento de realizar a sua declaração.

Consulta Tabela Imposto de Renda 2019

Consulta Tabela Imposto de Renda 2020

Consulta à tabela do Imposto de Renda

O contribuinte pode ter acesso a tabela do IRPF 2020 para consulta através do site da Receita Federal, no site é disponibilizado a tabela com todas as informações atualizadas anualmente. Aproveite para se informar também sobre a Isenção de Imposto de Renda 2018!

Para que você acesse a Tabela IRRF 2020 entre no site pelo endereço da Receita Federal http://idg.receita.fazenda.gov.br/

A tabela do IRPF 2018 atualizada ainda não foi divulgada pela Receita Federal, porém fique atendo, pois logo que as informações forem divulgadas a tabela estará no site oficial da Receita Federal.

Declaração do Imposto de renda

É importante que o contribuinte brasileiro compreenda todas as regras e formas para realizar a sua declaração do IRPF 2020, essa compreensão é importante para que o contribuinte não cometa erros em sua declaração e assim não acabe pego pela malha fina.

A Receita Federal disponibiliza um programa que o contribuinte pode baixar e instalar em seu computador, esse programa auxilia o contribuinte com sua declaração, evitando assim que alguns erros sejam cometidos.

Se você como contribuinte não sabe quem deve declarar seu IRPF procure  fazer o processo com o auxílio do programa da Receita Federal.

Vários detalhes precisam ser preenchidos na declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física e todos eles são importantes para que sua declaração seja feita corretamente.

O contribuinte que necessita realizar a declaração do IRPF é aquele que se enquadra na seguinte regra:

  • Possui um rendimento de um valor X que a Receita Federal estipulada.
  • No último ano o valor designado para declarar o IRPF era de R$ 1.787,78, assim todo brasileiro com renda igual ou superior a esse valor precisava declarar seu imposto.
  • O trabalhador brasileiro que possuísse a sua renda total com valor inferior a R$ 1.787,78 estava automaticamente isento de realizar a declaração do IRPF.
  • Caso o contribuinte deixe de realizar corretamente os cálculos para declaração do seu IRPF ou perca os prazos determinados pela Tabela IRPF 2018

as consequências podem ser multas determinadas pela Receita Federal ou em alguns casos processo judicial. Essas consequências são aplicadas quando o contribuinte e pego na famosa “malha fina”.

Portanto muita atenção na hora de realizar a declaração e nas informações que serão divulgadas na Tabela IRPF 2018.

Perícia do INSS: Como marcar?

O auxílio-doença é um benefício por incapacidade para o segurado do INSS que apresenta uma doença ou sofreu de um acidente que impeça de trabalhar. Para garantir este auxilio é necessário que o trabalhador imprima o requerimento gerado pelo sistema e levá-lo ao INSS no dia da perícia, com carimbo e assinatura da empresa.

Através do agendamento da perícia no INSS é possível que o trabalhador consiga comprovar a invalidez. Em todo caso, para facilitar este processo é possível fazer o agendamento da perícia do INSS pela internet.

Requisitos

  • Comprovar a existência de doença que torne o cidadão temporariamente incapaz de exercer suas atividades profissionais.
  • Possuir o tempo mínimo de trabalho exigido (carência) com 12 meses (regra geral) isento em casos de acidente de trabalho, isento – em casos de doenças específicas.
  • Segurado empregado (urbano/rural), deverá estar afastado do trabalho há pelo menos 15 dias (podendo ser 15 dias intercalados dentro do prazo de 60 dias);
  • Segurado Empregado Doméstico, Trabalhador Avulso, Contribuinte individual, Facultativo, Segurado Especial, poderá requerer o benefício no momento em que ficar incapacitado para o trabalho.

Como agendar a Perícia do INSS

Para agendar a perícia do INSS para situações de benefício para auxílio-doença e outros o usuário irá precisar de

  • NIT (PIS/PASEP) (Não digite ponto, vírgula, traço ou barra).
  • Nome Completo:
  • Nome Completo da Mãe:
  • Data de Nascimento (DDMMAAAA);

Em seguida será necessário indicar sua categoria entre as:

  • Facultativo;
  • Individual;
  • Segurado especial (trabalhador rural);
  • Trabalhador avulso;
  • Empregado(a) doméstico(a);
  • Empregado(a);
  • Desempregado (a);

Depois será preciso informar:

  • O último dia de trabalho, para o caso de empregado, é preciso inserir CID o atestado médico que gerou o afastamento do trabalhador com CID constante e o número do CNPJ da Empresa;
  • Nome do Empregador junto de seu CPF, no caso dele ser empregado (a) Doméstico (a).
  • Saiba mais sobre Aposentadoria por Tempo de Contribuição

Para conseguir fazer a perícia do INSS deve acessar:

http://www.dataprev.gov.br/servicos/auxdoe/auxdoe.htm

Para situações na qual não será possível ir à perícia médica no dia e hora marcada é possível solicitar a remarcação, uma única vez, até três dias antes da data agendada, por meio da Central de Atendimento 135.

Eleições Gerais – Como saber onde votar

Muitos eleitores, principalmente os mais novos, não sabem exatamente em qual lugar devem votar. Para quem vai votar pela primeira vez, saiba que existem três formas de saber, exatamente, qual é o seu domicílio eleitoral e em qual seção você deverá ir para votar: pela Internet, pelo site do TSE e pela Central de Atendimento ao Eleitor.

Seja pelo nome completo, pelo número do título de eleitor ou pela zona eleitoral, é possível descobrir onde você deverá votar nessas eleições RJ. A seguir, falaremos como o eleitor poderá descobrir o local onde deverá votar utilizando todas as ferramentas disponíveis.

Eleições

Entre no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/titulo-e-local-de-votacao/titulo-e-local-de-votacao, e escolha a opção que você deseja: procurar por nome ou por título.

Na primeira opção, o eleitor deverá inserir o seu nome completo, data de nascimento e o nome completo da mãe, além de ter que preencher um código de verificação, e depois clicar em buscar. A segunda opção é a mesma coisa, só que em vez do nome o eleitor deverá informar o número de seu título. Lembrando que se a pessoa inserir o número errado, não será possível realizar a busca e, por isso, o sistema retornará com um aviso de erro. Caso isso aconteça, tenha calma e se certifique de que inseriu, corretamente, a numeração que está presente em seu documento.

Pela Zona Eleitoral

Em alguns sites dos Tribunais Regionais, é possível encontrar a opção “Buscar por Zona Eleitoral”, onde o eleitor poderá encontrar o local e o endereço completo de onde ele deverá ir para votar. Para descobrir o local exato, o eleitor deverá inserir o número de inscrição de seu título corretamente, e depois clicar na opção “Consultar”.

O que eu devo fazer caso não esteja funcionando

Caso você não esteja obtendo sucesso em descobrir o seu local de votação nestas eleições, então o eleitor deverá entrar em contato com os centros de atendimento de sua região e pedir as instruções necessárias. Confira a seguir os Centros de Atendimento ao Eleitor de todas os Estados:

  • Acre: (68) 3212-4460 – www.tre-ac.jus.br
  • Alagoas: 0800-722-5016 ou (82) 2122-7700 – www.tre-al.jus.br
  • Amapá: (96) 2101-1616 – www.tre-ap.jus.br
  • Amazonas: (92) 3611-2845 – www.tre-am.jus.br
  • Bahia: (71) 3373-7000 – www.tre-ba.jus.br
  • Ceará: 148 – www.tre-ce.jus.br
  • Distrito Federal: (61) 3048-4000 – www.tre-df.jus.br
  • Espírito Santo: 0800-083-2010 – www.tre-es.jus.br
  • Goiás: 148 ou (62) 3920-4010 – www.tre-go.jus.br
  • Maranhão: 0800-098-5000 – www.tre-ma.jus.br
  • Mato Grosso: 0800-647-8191 – www.tre-mt.jus.br
  • Mato Grosso do Sul: (67) 2107-7256 ou 2107-7246 – www.tre-ms.jus.br
  • Minas Gerais: 148 ou (31) 3291-0004 – www.tre-mg.jus.br
  • Pará: 0800-091-9101 – www.tre-pa.jus.br
  • Paraíba: (83) 3512-1500 – www.tre-pb.jus.br
  • Paraná: (41) 3330-8674 ou 3330-8672/8673 – www.tre-pr.jus.br
  • Pernambuco: (81) 3194-9400 – www.tre-pe.jus.br
  • Piauí: 0800-007-9797 – www.tre-pi.jus.br
  • Rio de Janeiro – informações através do Fale Conosco ou do site www.tre-rj.jus.br
  • Rio Grande do Norte: (84) 4006-5600 – www.tre-rn.jus.br
  • Rio Grande do Sul: 148 ou (51) 3230-9600 – www.tre-rs.jus.br
  • Rondônia: 148 – www.tre-ro.jus.br
  • Roraima: (95) 2121-7000 ou 2121-7075 – www.tre-rr.jus.br
  • Santa Catarina: 0800-648-3310 – www.tre-sc.jus.br
  • São Paulo: (11) 3130-2100 ou 148 – www.tre-sp.jus.br
  • Sergipe: (79) 2106-8600 ou 2106-8777 – www.tre-se.jus.br
  • Tocantins: (63) 3233-9601 ou 0800-64-86-800 – www.tre-to.jus.br

Conclusão

É muito mais fácil descobrir o local de votação por meio da Internet, no site do TSE. Lá é fácil e bem prático e, caso você esteja enfrentando algum erro, é bem possível que esteja inserindo as informações de seu título incorretamente. Verifique todos os números, um por um, e depois clique em buscar. Ou, melhor, faça a busca por nome que assim aumentará as chances de sucessos.

Ainda não descobriu o local que você deve ir para votar para prefeito e vereador nessas eleições RJ municipais? Faça um comentário com sua dúvida para que a gente possa te ajudar.

Seguro Familiar — Quais os seguros fundamentais para as famílias?

Atualmente, o seguro e suas diversas modalidades são essenciais para todas as casas brasileiras. Isso acontece, pois existem diversos tipos de seguro, e cada um deles é voltado para uma área específica. Os seguros mais comuns são os de residências, os de vida, os de carros, os de saúde e os de previdência privada.

Seguro Familiar

Seguro Familiar

Dentro do seguro familiar, os seguros necessários para que as famílias possam viver com mais tranquilidade são:

  • O seguro de residências protege as casas contra incêndios, explosões e outros acidentes que podem ocorrer por diversos motivos. É importante lembrar que esse seguro é destinado à família e não a empresas.
  • O seguro de vida paga um dinheiro, em forma de indenização geralmente, a esposa ou marido do segurado. Quando acontece um acidente pessoal, o seguro de vida também cobre invalidez (lembrando que o mercado dos seguros divide em três os tipos de invalidez: temporária, parcial e total).
  • O seguro auto, de carro ou de outros tipos de veículo, como motos, por exemplo, protege o automóvel em diferentes situações, dependendo do tipo de plano que o segurado assina com o segurado, existem proteções contra perdas em acidentes, a danos contra terceiros e roubos e furtos, por exemplo.
  • Além de todos esses seguros que você pode contratar, existem ainda um seguro obrigatório, o DPVAT, que é um seguro de trânsito. O mesmo é utilizado em caso de acidentes de trânsito, sendo disponibilizado para as vitimas certa quantia para arcar com as despesas de médico, remédios, entre outras coisas.
  • O seguro saúde ajuda toda vez que o segurado precisa de um atendimento médico, internação ou serviço, conforme estiver escrito no contrato, funcionando geralmente pelo sistema de franquias que o segurado pede uma parcela do valor do médico para a seguradora.
  • Por fim, o seguro previdência privada é muito semelhante ao seguro de vida, mas o pagamento do dinheiro ou indenização é feito em vida. Ele pode até mesmo servir como aposentadoria ao lado da previdência social.

Usar seguros é fundamental, pois os acidentes e imprevistos podem acontecer a qualquer momento, dessa forma eles acabam por diminuir o prejuízo e o transtorno de diversas situações desagradáveis, como uma operação emergente no caso do seguro saúde, por exemplo. Por isso os seguros deixam à vida das famílias muito mais tranquilas.

Existem ainda outros tipos de seguro familiar que são muito importantes para casos em específicos, como o seguro aluguel, por exemplo. Para obter mais informações sobre os seguros, recomendam-se os corretores ou corretoras de seguros, que podem ajudar os seus clientes a escolher os melhores planos e tipos.

O DPVAT Alagoas é um imposto que deve ser pago por todos motoristas, sem nenhuma exceção. É importante sempre estar atento ao trânsito para evitar acidentes.

Sistema de Seleção Unificada – Cronograma do 2º semestre de 2019

Foi divulgado pelo MEC o cronograma completo do Processo de Seleção Unificada – SiSU, para o segundo semestre de 2019. O sistema disponibiliza vagas em universidades públicas – federais e estaduais – aos alunos que prestaram o ENEM no mesmo ano.

As inscrições deverão ser realizadas entre os dias 10 e 14 de junho de 2019, através do website do programa – sisu.mec.gov.br. Só poderão se inscrever os candidatos que realizaram o ENEM 2018 e que obtiveram nota superior a zero na redação. É necessário informar também o número de inscrição no exame e a senha cadastrada.

Lançamento Programa Educação para todos

Lançamento Programa Educação para todos

Após a inscrição, os candidatos devem ficar atentos às datas das próximas etapas, que são:

  • Divulgação das notas de corte: 11, 12 e 13 de junho de 2020;
  • Resultado da 1ª chamada: 17 de junho de 2020;
  • Matrícula da 1ª chamada: 21 a 25 de junho de 2020;
  • Resultado da 2ª chamada: 25 de junho a 1º de julho de 2020;
  • Prazo para participação na lista de espera: 1º a 12 de julho de 2020;
  • Matrícula da 2ª chamada: 05 a 09 de julho de 2020;
  • Convocação dos candidatos em lista de espera Sisu 2020, pelas instituições: a partir de 17 de julho de 2020.

Conheças as questões legais e administrativas para dirigir no Brasil

Embora os expatriados possam sonhar com o estilo de vida descontraído do Brasil, dirigir no Brasil é tudo menos relaxado. Para ajudá-lo a lidar com o tráfego notório, este guia sobre a condução no Brasil fornece uma visão geral sucinta. Dos pedágios às leis de trânsito, da CNH ao IPVA 2020, nossa introdução à condução no Brasil cobre tudo.

Você deve registrar seu carro no DETRAN uma vez que você o compra. Se você comprar um carro novo, o revendedor geralmente cuida do registro em seu nome, então pergunte-lhes antecipadamente se eles podem fazer isso por você.

Código de trânsito

Código de trânsito

Regulamentos de trânsito no Brasil

A nova licença brasileira tem 20 pontos de demérito, que serão deduzidos com base em violações cometidas, por exemplo, quatro pontos para a condução sem cinto de segurança. Uma vez que você alcança zero pontos, sua licença será imediatamente revogada.

Ao dirigir no Brasil, certifique-se de ter sempre em você sua licença, certificado de registro de carro, prova de que o imposto rodoviário foi pago (IPVA), um kit de primeiros socorros e um extintor de incêndio.

Aqui está uma lista de algumas das regras básicas da estrada para dirigir no Brasil:

  • Os brasileiros dirigem no lado direito da estrada.
  • Todo mundo no veículo deve usar um cinto de segurança.
  • Desde 2008, o nível máximo legal de álcool no sangue é de 60 mg / 100 ml. Se você é apanhado com um maior teor de álcool, você pode ser multado e até mesmo ter sua licença suspensa.
  • São necessários assentos para crianças para crianças com menos de sete anos de idade.
  • Os limites de velocidade são geralmente 60 km / h em áreas urbanas e 120 km / h nas principais rodovias, se não for indicado de outra forma.

No entanto, muitos motoristas parecem considerar essas regras como diretrizes negociáveis, uma vez que a execução pode ser bastante esporádica. No entanto, para reduzir o excesso de velocidade, as autoridades brasileiras instalaram baterias de velocidade e radares de velocidade eletrônicos.

A consulta do Imposto automotivo pode ser feito no site do Detran da sua Região. As multas por serem pego são caras, e você pode encontrar que os brasileiros que dirigem na sua frente quebram de repente e diminuem drasticamente quando percebem que uma armadilha está à frente.

O uso de celulares durante a condução é estritamente banido

O Brasil tem uma grande indústria automotiva e, como resultado, tem protocolos rigorosos e protetores para importação de carros. Mesmo que você possa estar muito ligado ao seu carro, provavelmente você deve dizer adeus antes de se mudar para o Brasil. É ilegal trazer carros usados ​​para o país (a menos que tenham mais de 30 anos) e o custo de trazer novos carros para o Brasil é incrivelmente alto.

A documentação para fazê-lo também é extensa e complexa, pois você precisa de autorização oficial de importação do SISCOMEX, o Sistema Integrado de Comércio Exterior Integrado. Portanto, provavelmente é mais fácil e mais barato comprar um carro no Brasil, uma vez que você se estabeleceu.

Existem inúmeros concessionários de automóveis em todas as cidades maiores do Brasil e, se você olhar em qualquer uma das seções classificadas nos jornais locais, você terá certeza de encontrar um carro que atenda às suas necessidades e orçamento.

Veja aqui informações sobre o Imposto dos três maiores estados do Brasil

IPVA RJ – Com o passar do tempo, a alíquota do IPVA Rio de Janeiro sofreu algumas modificações até alcançar um consenso para a melhor realização do cálculo do imposto, portanto confira logo abaixo os valores cobrados em cada caso:

  • 4% para automóveis de passeio e camionetas, os automóveis bicombustíveis, veículos de procedência estrangeira e todos os demais não mencionados acima;
  • 3% para automóveis de passeio e camionetas bicombustíveis, movidos a álcool e/ou gasolina, e utilitários;
  • 2% para ônibus, micro-ônibus, motocicletas, ciclomotores e automóveis movidos a álcool;
  • 1% para caminhões, caminhões e veículos de transportes de passageiros a taxímetro pertencentes a pessoas jurídicas, e veículos que utilizem gás natural ou energia elétrica;
  • 0,5% para veículos destinados exclusivamente à locação, de propriedade de pessoa jurídica com atividade de locação devidamente comprovada nos termos da legislação aplicável, ou na sua posse em virtude de contrato formal de arrendamento mercantil ou propriedade fiduciária.

De acordo com o calendário de pagamento, o IPVA 2020 poderá ser parcelado em até 3 vezes por meses sucessivos e este processo de parcelamento pode ser feito a qualquer momento.

Mesmo que o contribuinte tenha deixado passar a data de pagamento da primeira parcela, o parcelamento ainda será válido, porém terá o acréscimo dos juros de mora, e para consultar ainda mais informações sobre o imposto do Rio, acesse o site abaixo:

IPVA MG

Em Minas Gerais, desde o ano 2007, o IPVA MG é calculado aplicando-se sobre a base de cálculo as seguintes alíquotas:

  • 1,0%Ônibus, micro-ônibus, caminhão, caminhão trator;
  • 1,0%Veículos de locadoras;
  • 2,0%Motocicletas e similares;
  • 2,0%Automóveis, veículos de uso misto e utilitários com autorização para transporte público comprovada mediante registro no órgão de trânsito na categoria aluguel;
  • 3,0%Caminhonetes de carga e furgão;
  • 4,0%Automóveis, veículos de uso misto e utilitários.

Este cálculo é feito de acordo com a situação em que se encontra o automóvel, portanto, para veículos novos a base de cálculo do IPVA 2019 MG é o preço total que está presente no documento fiscal do automóvel. Se o veículo tem a procedência estrangeira, o cálculo tem como base o preço que está presente no documento de desembaraço aduaneiro, acrescido de outros tributos e encargos.

Ainda que não recolhidos pelo importador, nessa situação muitos proprietários são pegos de surpresa por não obterem essa informação antecipada.

IPVA SP

O Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, conhecido popularmente por IPVA SP, é aquele que é cobrado a todos os motoristas Brasileiros que possuem automóveis que circulam por vias terrestres e sua alíquota é definida de acordo com o governo do estado de São Paulo, com base em critério próprio.

Em 2005, a maior alíquota era do IPVA 2020 São Paulo, com 4% sobre o valor venal do veículo sendo que outros estados têm sua alíquota variando entre 1% e 3%. A base de cálculo é o valor venal do veículo, estabelecido pelo Estado que cobra o referido imposto.

As alíquotas do IPVA não podem ser alteradas e os motoristas que possuem veículos movidos a gasolina e biocombustíveis recolhem 4% do valor renal. Já aqueles veículos que utilizam álcool, gás ou os que são movidos a eletricidade, tem a alíquota de 3%, além das picapes que tem cabine dupla que pagam 4%.

Os Utilitários de cabine simples, motocicletas, ônibus, micro-ônibus, motonetas e outros similares, retira 2% sobre o valor venal, e caminhões pagam 1,5%, por isso vale ficar sempre ficar atento ao tipo de seu veículo.

Agora que você pôde acompanhar essas valiosas informações a respeito do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), não deixe de consultar IPVA e ver a tabela de valores do seu estado para realizar o pagamento do mesmo. Em casos de maiores dúvidas, deixe o seu comentário logo abaixo para que possamos ajuda-los.

Você que é do estado de Minas Gerais já pode consultar o valor do IPVA MG

Aqui você vai descobrir como realizar a Consulta, fazer o Pagamento e qual Valor do IPVA MG. Ea inda irá ter acesso, Tabela de valor atualizada com as datas de Vencimento e outras informações

Minas Gerais é um dos maiores estados brasileiros, com um território maior que a Tailândia, Camboja, Laos e Vietnam juntos. Seu território também é maior que a região sudeste do nosso Brasil, graças às suas 144 cidades, dentre elas, Altamira, o terceiro maior município do Mundo.

Você, mineiro, deve realizar o pagamento do seu Imposto Automotivo 2020. Portanto, é importante ficar atento a todos os detalhes, a fim de não atrasar e se ver em problemas. Abaixo, você conferirá tudo o que há de mais importante do IPVA SE 2020!

Consulte o IPVA 2018 de Minas Gerais

Consulta

Para realizar a consulta de valores do IPVA 2020 no estado de Minas Gerais, você pode fazê-lo facilmente a partir do site da Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais, ou SEFAZ/MG. Na seção “Consulta Valores IPVA DF”, basta que selecione o fabricante, o exercício fiscal, o ano de fabricação e, posteriormente, o modelo do seu carro. Assim, saberá qual o valor atualizado que deverá ser pago, facilitando para você se planejar desde já.

Como pagar o Boleto do IPVA MG

Para quitar a sua dívida para com o Governo, você deve ficar atento às datas de vencimento dos boletos. O pagamento deve ser realizado até a data prevista em bancos ou lotéricas, além do Bankline. Ao realizar o pagamento do IPVA MG 2018 à vista, o motorista ganha 10% de desconto no valor total, ou seja, um belo descontão!

Para realizar o pagamento, a única forma oferecida pelo DETRAN é via boleto bancário. Você pode pagar à vista, ou seja, com apenas um; ou em três parcelas, logo, três boletos. Neste documento, todas as informações estarão disponíveis, dentre elas, a data de vencimento. Então, não dê desculpas; pague na data correta!

Qual o Valor e onde encontrar a Tabela

O valor do IPVA varia de fabricante para fabricante, de modelo para modelo e de ano para ano. Portanto, é difícil saber ao certo de quanto será o valor do IPVA 2018 no estado de Minas Gerais. Além disso, cada ano, ele se altera. A melhor maneira é utilizar a consulta do SEFAZ/MG ou ficar atento à tabela FIPE. Você também pode consultar o valor do IPVA RO 2018 e IPVA RR 2018.

A tabela utilizada pelo Governo para gerar o IPVA é a FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. Nela constam todos os valores dos veículos, onde poderá tirar por base o seu imposto, de acordo com a porcentagem do Pará.

SE você deseja obter mais informações ou até mesmo realizar consultas sobre pagamento, valor, ou quem sabe emitir boleto do IPVA MG 2018, o melhor local para isso é acessando o site oficial do Detran do estado de Minas Gerais pelo seguinte endereço http://www.detran.mg.gov.br/.